Cirurgia plástica, quando e como fazer?

6.09.2016 | por Coração e Vida

Por Bernardo Nogueira Batista

A cirurgia plástica é uma das áreas da medicina que mais desperta a curiosidade do público leigo. Em um país tropical, onde o culto ao corpo assume uma posição tão central, as cirurgias estéticas são para muitas pessoas um desejo de consumo. Segundo a Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética (ISAPS), o Brasil é o segundo maior mercado de cirurgia plástica do mundo com mais de 1,2 milhões de procedimentos cirúrgicos estéticos realizados em 2015, atrás apenas dos Estados Unidos e seguido, de muito longe, pelo México.

Especial do mês: Cuidados antes e depois de uma cirurgia plástica
Você sabia… Que o Brasil já foi recordista mundial em cirurgias plásticas?

Nestas estatísticas, os procedimentos mais populares no país são a lipoaspiração, as mamoplastias de aumento, as blefaroplastias e as abdominoplastias, que juntas respondem por mais da metade das cirurgias realizadas no ano passado.

Dr. Bernardo é cirurgião plástico do Grupo de Reconstrução Mamária e coordenador do Grupo de Interesse em Linfedema do Núcleo de Mastologia do Hospital Sírio-Libanês

Dr. Bernardo é cirurgião plástico do Grupo de Reconstrução Mamária e coordenador do Grupo de Interesse em Linfedema do Núcleo de Mastologia do Hospital Sírio-Libanês

Na lipoaspiração, o cirurgião utiliza cânulas de metal de diferentes tamanhos para aspirar parte da gordura acumulada sob a pele. É uma cirurgia grande realizada por incisões pequenas. “Lipos” maiores terão uma recuperação mais lenta e melhores resultados podem ser esperados quando o paciente apresenta acúmulos localizados de gordura.

Nas mamoplastias de aumento, o famoso “silicone”, introduzimos uma prótese de gel de silicone nas mamas de mulheres que as desejam maiores. As próteses podem ser introduzidas por um corte pequeno na axila, em volta da aréola ou no sulco inferior da mama, e colocadas sob a glândula mamária ou sob o músculo peitoral maior. A melhor indicação depende de características físicas de cada paciente e da preferência de cada cirurgião. Não existe uma vida útil padrão para as próteses de silicone, mas, com o passar do tempo, o risco de elas romperem aumenta. Estas roturas não causam sintomas (nem problemas!) e são encontradas durante exames de rotina. Como regra geral, toda prótese de silicone deverá ser trocada eventualmente.

Nas blefaroplastias são retirados os excessos de pele e de gordura das pálpebras que, quando em exagero, deixam a pessoa com aspecto cansado e envelhecido. Por fim, as abdominoplastias são procedimentos para a retirada do excesso de pele da região abdominal, corrigindo a flacidez na região.

Estes dados mostram que o cirurgião plástico pode fazer parte da vida de uma mulher por um longo período de tempo. Enquanto o silicone e a lipoaspiração são cirurgias mais comuns em pacientes jovens, as blefaroplastias e as abdominoplastias são cirurgias mais procuradas para corrigir as consequências indesejáveis da gestação, da perda de peso ou simplesmente do envelhecimento natural a que todos estamos sujeitos. Assim como o cardiologista e o ginecologista têm um papel central no acompanhamento da sua saúde, o cirurgião plástico pode ser um excelente parceiro para uma boa orientação em relação aos cuidados com a sua beleza. Existe um enorme arsenal de procedimentos não cirúrgicos que, se bem indicados, podem trazer resultados muito interessantes com um tempo de recuperação muito mais curto.

Estes procedimentos podem postergar a necessidade de uma cirurgia plástica em alguns meses ou anos, mas também podem otimizar os resultados de uma cirurgia bem indicada. São exemplos destes procedimentos a toxina botulínica, os preenchimentos, os peelings e os lasers, que só no ano passado representaram mais de 2 milhões de procedimentos realizados no país, só entre os cirurgiões plásticos.

O exagero, por outro lado, é um problema muito sério em cirurgia plástica, que impacta muito negativamente na maneira como a especialidade é vista pelo público em geral. Cirurgia plástica bem-feita normalmente dá resultados sutis, perceptíveis apenas para as pessoas que convivem de perto com você. Mesmo assim, os benefícios para sua autoestima podem ser enormes. Se sentir à vontade usando um biquíni, por exemplo, pode ser libertador.

Manter uma boa saúde é a melhor preparação que você pode fazer para uma cirurgia plástica. Comer bem, fazer atividade física regular e usar protetor solar regularmente não só otimizam os resultados das cirurgias, como também reduzem consideravelmente os riscos envolvidos nestes procedimentos. Planeje-se com calma, e garanta um tempo de folga para uma recuperação confortável.

Quinze dias costumam ser suficientes para uma recuperação completa, mas este período pode variar muito a depender da(s) cirurgia(s) realizada(s) e do perfil do paciente. Esclareça todas as suas dúvidas com seu médico antes de operar. Procure um cirurgião que seja capaz de entender qual a sua real expectativa e consiga explicar de forma clara o que as técnicas disponíveis são capazes de alcançar. A definição do que será feito deve ser uma decisão compartilhada entre um cirurgião preparado e um paciente esclarecido. Pergunte sobre o cirurgião para outros clientes dele e principalmente para outros médicos. E mais importante, não tenha vergonha de consultar uma segunda opinião e escolher aquele com quem se sentiu mais à vontade.

Por fim, as cirurgias reconstrutivas são uma área de atuação enorme para o cirurgião plástico que, apesar de ser bem maior do que a cirurgia estética, não recebe o mesmo tipo de atenção nem dos cirurgiões e nem do público em geral. Estas cirurgias têm por objetivo corrigir deformidades congênitas ou adquiridas e englobam muitos dos conceitos da cirurgia estética na busca de uma harmonia que possa aliviar o sofrimento dos pacientes afetados. Mas isso é assunto para outro artigo!

Boa cirurgia!

Deixe seu comentário

1 comentário

  1. Elecir disse:

    Preciso fazer uma reparadora conseguir fazer bariatrica mais preciso fazer a lipo

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.