Coração e Vida | Conheça 10 sintomas comuns na gravidez - Coração e Vida

Conheça 10 sintomas comuns na gravidez

Especialista explica as mudanças no corpo da mulher

3.05.2017 | por Thiago Fraga - Equipe Coração e Vida

O atraso na menstruação é o mais conhecido, mas está longe de ser o único sintoma de gravidez. As mulheres enfrentam mudanças significativas no corpo, causadas pela enorme descarga de hormônios.

A gestação exige cuidados, mas também deve ser encarada com naturalidade. Por isso, é importante entender as transformações que ocorrem nesse período.

O médico e doutor em obstetrícia e ginecologia pela USP, Marco Aurélio Galetta, preparou uma lista explicando as principais mudanças que antecedem a chegada do bebê.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

1 – Sangramento – Até os quatro meses de gestação, a situação pode ser considerada normal. Por esta razão, algumas mulheres demoram a descobrir que estão grávidas. O sangramento ocorre até a formação da decídua, a camada do endométrio que delimita a placenta. Atenção: sangramentos com cólicas podem ser perigosos.

2 – Cólica ou dor abdominal – A dor pode ocorrer tanto no útero que se prepara para acomodar o feto quanto no intestino, que fica mais lento, causando constipação. Dor na parte inferior da barriga pode indicar verminose ou infecção urinária e não é normal.

3 – Aumento dos seios – O estágio final de desenvolvimento das mamas ocorre apenas durante a gravidez. Isso acontece por causa da descarga de progesterona no organismo. O processo também faz com que a circulação sanguínea na área seja maior, causando sensibilidade. Além disso, a pigmentação do contorno da aréola pode ficar mais escura.

4 – Náuseas a vômitos – O sintoma é comum em 80% das mulheres grávidas e ocorre graças ao aumento dos hormônios. Para se ter uma ideia, a produção do estrogênio é de 10 a 20 vezes maior durante a gestação. O Beta HCG, produzido apenas durante a gravidez, faz com que as mulheres fiquem com o paladar e olfato mais sensíveis. Um lanche leve antes de dormir e algo logo ao acordar são indicados contra o mal-estar. Cerca de 1% das mulheres sofre com a hiperemese – vômitos em excesso – e devem procurar um médico.

5 – Cansaço e sono: A progesterona provoca o aumento do apetite e do sono, deixando o intestino mais lento. Essa é a forma que o corpo encontra para fazer com que a digestão seja mais eficiente e o aproveitamento dos nutrientes, maior. A partir do 2º trimestre, com o aumento do peso e a diminuição da pressão, a mulher pode sentir ainda mais sono. Essa é a forma que o corpo encontra para aumentar o fluxo sanguíneo para a criança.

6 – Mudança de humor e sensibilidade aflorada: A variação hormonal pode deixar a mulher mais introspectiva e ensimesmada. É possível que a grávida encare o peso dos fatos de maneira diferente. Em casos mais graves, as preocupações podem até causar enxaqueca.

7 – Tontura: Na maioria dos casos está ligada à queda na pressão, sintoma comum durante a gravidez. Pode ocorrer ainda por alimentação inadequada ou desidratação.

8 – Aumento da vontade de urinar: Quanto mais o útero cresce, mais pressiona a bexiga.  A “redução” forçada faz com que o órgão perca até metade da capacidade. O resultado é a vontade recorrente de ir ao banheiro. Dores ao urinar não são comuns. Nesses casos, é necessário investigar a causa.

9 – Acne: Os hormônios podem provocar o aparecimento de acne na pele. Mulheres que já sofrem com o problema precisam redobrar a atenção nesse período. Por outro lado, muitas gestantes ficam com a pele e o cabelo com mais brilho.

10 – Dor na lombar: O centro de gravidade muda. Enquanto o corpo se curva para frente por causa do peso da barriga, a mulher precisa compensar com as costas. Com isso, a musculatura da coluna fica tensa, ocasionando a dor. O alongamento pode ajudar a diminuir o incômodo.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.