Dicionário médico

Fontes: Dicionário Médico | Hospital Israelita Albert Einstein
-- O serviço tem fim meramente informativo e não substitui de forma alguma a consulta a um profissional de saúde, nem quaisquer tratamentos e/ou diagnósticos.


  • Fervescência

    Aumento da temperatura corpórea.

  • Fervor de sangue

    Estado em que há manifestações cutâneas mais ou menos generalizadas, como eczema, urticária (pop.).

  • Fervura

    Ebulição; estado de líquido que ferve.

  • Festinação

    Tendência involuntária para aumentar a velocidade da marcha, observada em doenças nervosas, como na paralisia agitante.

  • Festinoso

    Que acelera.

  • Fetação

    Desenvolvimento do feto; gravidez.

  • Fetalismo

    Persistência de caracteres fetais, após o nascimento.

  • Feticida

    Que destrói o feto no útero.

  • Feticultura

    Higiene da gravidez.

  • Fetidez

    Cheiro fétido.

  • Fetidez do hálito ou do escarro

    Sinal patognomônico de gangrena pulmonar, podendo provir também da boca (estomatite gangrenosa, noma) de tuberculose cavernosa e de bronquite fétida.

  • Fétido

    Que apresenta mau cheiro; fedor.

  • Feto

    Produto da concepção; embrião após o 2º mês de gestação.

  • Feto-arlequim

    Forma grave de ictiose congênita, ou ceratoma difuso maligno.

  • Fetografia

    Radiografia de feto, ainda no útero.

  • Fezes

    Conteúdo intestinal formado de detritos alimentares, secreções, células epiteliais do aparelho gastrintestinal, e principalmente de bactérias mortas. Na criança, com amamentação natural, as fezes são mais moles, de cheiro ácido, e de coloração amarelo-ovo. Nas doenças intestinais as fezes se modificam na forma e no aspecto, podendo ser sanguinolentas, mucosas e líquidas (diarreias), de cheiro ácido, espermático ou pútrido.

  • Fíala

    Pequena garrafa; taça.

  • Fibra

    Estrutura ou tecido orgânico em forma de fio; filamento.

  • Fibrilação

    Tremor muscular; ação muscular do coração em que as fibras agem independentemente e produzem contração vermicular; em assim sendo, os batimentos cardíacos são irregulares, podendo a fibrilação ser auricular ou ventricular.

  • Fibrilação Atrial

    Ritmo cardíaco irregular no qual múltiplos impulsos se originam e se espalham através dos átrios. O ritmo é desorganizado, rápido, e irregular.

  • Fibrina

    Proteína insolúvel, filamentosa, formada pela interação do fibrogênio e da trombina, que constitui a rede de finos filamentos do coágulo.

  • Fibrinogênio

    Proteína solúvel do plasma, que participa da formação da fibrina.

  • Fibrinólise

    Dissolução do coágulo sanguíneo por destruição da fibrina.

  • Fibroadenoma

    Tumor benigno derivado dos tecidos fibroso e glandular.

  • Fibroblasto

    Célula principal do tecido conjuntivo, de forma achatada. Tem a propriedade de se diferençar em outros tipos de células: adiposas, cartilaginosas, pigmentadas, etc. Os fibroblastos participam da formação das fibras do tecido conjuntivo (colágeno, elastina).

  • Fibroelastose

    Afecção em que há acometimento do tecido fibroso e elástico; espessamento congênito da parede do endocárdio, com hipertrofia do miocárdio.

  • Fibróglia

    Substância fibrilar produzida por células do tecido conjuntivo anastomosadas, principalmente nos processos cicatriciais.

  • Fibróide

    Que tem semelhança com fibroma ou com estrutura fibrosa.

  • Fibroma

    Neoplasia derivada do tecido fibroso. Incorretamente denominam-se assim os tumores benignos do músculo uterino, cujo nome correto seria mioma uterino.

  • Fibroma cútis

    Pequenos tumores solitários na pele, duros, de coloração roxa ou igual à da pele; histologicamente são constituídos de fibroblastos e numerosas fibras colágenas.

  • Fibromatose

    Formação de fibromas múltiplos.

  • Fibromiite

    Inflamação de músculo.

  • Fibromiosite

    Afecção não-específica que se caracteriza por dor e rigidez das articulações, dos músculos ou estruturas adjacentes. De um modo geral, é conseqüente a traumatismos, exposição ao frio, infecções e outros.

  • Fibroplasia

    Formação de tecido fibroso.

  • Fibrose

    Degeneração fibróide.

  • Fibrose cística do pâncreas

    Mucoviscidose ou tríade de Andersen.

  • Fibrosite

    Inflamação e hiperplasia de tecido fibroso, sobretudo de bainhas musculares e camadas das fascias; reumatismo muscular.

  • Fíbula

    Moderna nomenclatura para perônio, osso externo da perna.

  • Ficiforme

    Que apresenta forma de figo.

  • Fico

    Termo relativo às algas.

  • Ficomicetos

    Cogumelos com talo reduzido, ramificado, reprodução assexuada, que crescem na água e no pão, enegrecendo-o.

  • Fictício

    Imaginário; simulado.

  • Figadal

    Relativo ao fígado; íntimo, intenso; diz-se de sentimento hostil muito entranhado e profundo a determinado objeto ou pessoa.

  • Fígado

    Víscera volumosa, situada no hipocôndrio direito, abaixo do diafragma e dotada de múltiplas funções como glicogenética, antianêmica, biligênica, antitóxica, etc.; peso normal de 1400 a 1700g.

  • Figura

    Forma exterior do corpo; rosto; cara.

  • Filacagógico

    Que leva à formação de substâncias protetoras ou anticorpos.

  • Filária

    Gênero de helmintos nematóides da família Filiariidae que se localizam nos tecidos; os parasitos eliminam ovos, dos quais saem embriões chamados microfilárias e que circulam no sangue, provocando a filaríase.

  • Filaríase

    Doença produzida pela presença de filárias no sangue. Manifesta-se por sinais e sintomas diversos, conforme o órgão acometido pelos parasitos, tais como acessos febris, nevralgias, elefantíase e outros; filariose.

  • Filaxe

    Do gr. phyláxis, proteção (anafilaxia, filacógeno).

  • Filaxia

    Proteção contra a infecção.

Carregar Mais

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.