Coração e Vida | Dicionário médico - Coração e Vida

Dicionário médico

Fontes: Dicionário Médico | Hospital Israelita Albert Einstein
-- O serviço tem fim meramente informativo e não substitui de forma alguma a consulta a um profissional de saúde, nem quaisquer tratamentos e/ou diagnósticos.


  • Xantelasma

    Xantoplaca; xantoma das pálpebras, caracterizado por manchas ou placas amarelas, moles.

  • Xantematina

    Substância amarela obtida da hematina.

  • Xantemia

    Presença de matéria corante amarela no sangue; carotenemia.

  • Xântico

    Amarelo; relativo à xantina.

  • Xantinúria

    Presença de xantina na urina; xantiúria.

  • Xanto

    Termo que indica amarelo.

  • Xantocianopsia

    Defeito da visão em que são percebidas as cores azul e amarelo, mas não a vermelha e a verde.

  • Xantócito

    Célula que possui pigmento amarelo.

  • Xantocróia

    Coloração amarela da pele; xantodermia.

  • Xantocromia

    Coloração amarela da pele, do líquido cefalorraquidiano ou de tecidos orgânicos.

  • Xantodermia

    Coloração amarela da pele, xantocróia.

  • Xantodonte

    Que tem dentes corados de amarelo.

  • Xantofosia

    Visão da cor amarela; xantofótico.

  • Xantoglobulina

    Pigmento amarelo obtido do fígado e pâncreas.

  • Xantogranuloma

    Tumor com histologia idêntica à do granuloma e xantoma.

  • Xantogranulomatose

    Depósitos de colesterol, particularmente nos ossos chatos, podendo haver diabetes insípido.

  • Xantoma

    Pequenos tumores benignos do tecido celular subcutâneo que se desenvolvem na proximidade de tendões e ligamentos. Caracterizam-se pela infiltração de tecido fibroso e adiposo.

  • Xantoma diabeticorum

    Xantoma observado na pele dos diabéticos, principalmente na palma da mãos e planta dos pés.

  • Xantoma juvenil

    Xantoma disseminado, ocorrendo na infância.

  • Xantomatose

    Acúmulo de excesso de lipídios no organismo por distúrbio metabólico e formação de tumores em várias regiões.

  • Xantomatoso

    Relativo à xantomatose.

  • Xantoproteína

    Pigmento amarelo obtido pela ação do ácido nítrico sobre proteínas, pelo calor.

  • Xantopsia

    Visão do amarelo; condição em que os objetos são vistos de cor amarela.

  • Xantopsina

    Forma parcialmente descorada da rodopsina; amarelo visual.

  • Xantorréia

    Corrimento vaginal de cor amarela.

  • Xantorrubina

    Pigmento amarelo encontrado no sangue após hepatectomia.

  • Xantose

    Coloração amarela da pele; estado de degeneração com pigmentação amarela.

  • Xaropada

    Bebida adocicada.

  • Xarope

    Medicamento açucarado, em calda, com substâncias medicamentosas.

  • Xaroposo

    Que tem aspecto de xarope.

  • Xenentese

    Administração de substâncias estranhas ao organismo.

  • Xeno

    Do gr. xénos, estrangeiro (xenofobia), hóspede (monoxeno).

  • Xenodiagnóstico

    Diagnóstico mediante a procura do agente causal em um vetor infectado pelo paciente.

  • Xenofilia

    Simpatia por coisas ou pessoas estrangeiras.

  • Xenofobia

    Aversão a estrangeiros.

  • Xenofonia

    Alteração na acentuação da fala.

  • Xenoftalmia

    Oftalmia provocada por traumatismo ou corpo estranho.

  • Xenogênese

    Produção hipotética de filhos completamente diferentes dos anteriormente gerados; geração alternante.

  • Xenógeno

    Que é provocado por corpo estranho, ou que se origina fora do organismo; formado no hospedeiro.

  • Xenoglossia

    Estado de falar um idioma estranho ou inexistente que o individuo nunca aprendeu.

  • Xenologia

    Estudo das relações entre parasitos e hospedeiros.

  • Xenomenia

    Menstruação vicariante.

  • Xenoparasito

    Parasito de procedência externa.

  • Xenorexia

    Perversão do apetite em que o indivíduo ingere substâncias estranhas.

  • Xerântico

    Que provoca secura; secativo.

  • Xero

    Do gr. xerós, seco (xeroftalmia).

  • Xeroftalmia

    Distúrbio caracterizado pelo ressecamento excessivo das mucosas que recobrem o olho. Produz a sensação de ter um corpo estranho ou areia no mesmo, juntamente com dor e irritação ocular. Pode ser produzido por doenças locais ou que afetam também outros órgãos.

  • Xerose

    Secura anormal da pele ou mucosas.

  • Xerose da conjuntiva

    Xeroftalmia.

  • Xerostomia

    Ressecamento da boca provocado em geral pela secreção insuficiente de saliva pelas glândulas salivares. É ocasionado como efeito colateral de algumas drogas (anticolinérgicos) ou por diversos transtornos locais ou gerais.

Carregar Mais

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.