Inspire-se no espírito olímpico e não fique parado

Exercícios previnem doenças e garantem melhor qualidade de vida

15.08.2016 | por Camila Sotério - Equipe Coração e Vida

Assistir aos atletas quebrando recordes e mostrando todas as suas habilidades no evento esportivo mais importante do mundo pode servir de inspiração para quem ainda não colocou o esporte na rotina.

Especial do mês: Uma Olimpíada por dia
Ortopedista explica lesões mais comuns no esporte
Exercícios físicos são fortes aliados contra a asma, diz estudo
Artigo: Em tempo de Olimpíadas – Um bom momento para deixar o sedentarismo

Você sabia… Que a atividade física pode contribuir para sua saúde mental?

“A atividade física é recomendada para todas as pessoas, independentemente de idade, sexo, habilidades ou deficiências”, afirma Isabel Chateaubriand Diniz de Salles, fisiatra e coordenadora do Centro de Reabilitação do Hospital Sírio-Libanês.

A prática de esportes não só promove a saúde como também ajuda a evitar doenças. Não há um exercício mais indicado para determinada pessoa ou mesmo para fortalecer uma estrutura específica do corpo, como alerta a especialista.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

“É importante que seja trabalhado o corpo como um todo. O sistema cardiorrespiratório com exercícios aeróbicos e atividades de força para manter a massa muscular e óssea, que se começa a perder naturalmente com o passar dos anos. Estimular o equilíbrio e flexibilidade têm ação a longo prazo, ajudando a evitar quedas na fase idosa, ou ter a mobilidade reduzida, como a dificuldade de levantar de lugares baixos e amarrar sapatos”, explica Isabel.

Tão importante quanto fazer uma atividade física é escolher uma modalidade que a pessoa goste, esteja dentro de seu orçamento, tenha aptidão e combine com o seu estilo de vida.

O local onde vai ser realizado também tem que ser pensado, para que a distância ou dificuldade de chegar não se torne um empecilho.

“É importante evitar modismos, nem todo mundo precisa correr, fazer pilates. Deve-se fazer o que gosta, dentro de suas aptidões. Já tive um paciente, obeso, que escolheu praticar surfe. Foi perfeito, englobava todas as atividades – aeróbico, força, equilíbrio e flexibilidade – e fazia muito bem para ele”, exemplifica a médica.

Confira abaixo algumas dicas da especialista:

20160815-atividade-fisica-completa

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.