Estimulantes sexuais: mitos e verdades

Conheça as principais dúvidas sobre os medicamentos que prometem corrigir a disfunção erétil

22.02.2017 | por Coração e Vida

A impotência sexual masculina afeta um a cada dez homens e pode ter diversas causas, desde problemas psicológicos a doenças crônicas como obesidade, hipertensão e diabetes.

Alguns tratamentos ajudam a controlar os sintomas ou até mesmo a curar a disfunção erétil. O mais conhecido deles é o Viagra, a famosa “pílula azul”. O medicamento foi lançado no ano de 1998 e é cercado por mitos sobre a sua eficácia e possíveis efeitos colaterais.

Especial do mês: Não atravesse o samba: cuidados com a saúde são vitais no Carnaval
Vai se divertir no Carnaval? Deixe a camisinha participar da festa
Campanha incentiva uso de preservativo no Carnaval

Quando os homens encontram barreira no sexo…
Artigo: Folia sem descuidar da prevenção
Você sabia… Que as mulheres com maior inteligência emocional têm mais chances de orgasmos?

O urologista Sami Arap, coordenador do Núcleo Avançado de Urologia do Hospital Sírio-Libanês, esclarece o que é verdade e o que é mito quando o assunto é estimulante sexual. Confira:

20160212-viagra (1)

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.