Coração e Vida | 10 maneiras de comer melhor neste verão - Coração e Vida

10 maneiras de comer melhor neste verão

Fuja do camarão vendido na praia e das altas doses alcoólicas

3.01.2018 | por - Equipe Coração e Vida

O verão é a estação certa para ignorar comidas pesadas e os excessos. O recado vem dos nutricionistas, muito taxativos quanto aos hábitos alimentares que todos devemos ter durante a temporada mais quente do ano.

“E isso não se deve ao fato de muitos quererem fazer dieta para entrar em forma, não. Comer menos e apostar em alimentos leves e em boas combinações de sucos e frutas é uma questão maior, de saúde e bem-estar”, diz a nutricionista Paola Ladeira Pinho, de Santos (SP).

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Há muitos motivos, de fato, para adorar o verão – dos dias mais claros e longos até a disposição para as atividades ao ar livre. Aproveitar a estação para optar por alimentos saudáveis, frescos e integrais e as formas de consumi-los é outra boa ideia.

Para celebrar a chegada dessa temporada, então, a nutricionista ajudou o Coração & Vida a selecionar dez dicas que devem ser palavras de ordem para o verão que se aproxima.

1 – O ideal, durante o verão, é fazer refeições menores e mais leves por mais vezes ao dia – de quatro a seis porções, entre café da manhã, um lanche leve, almoço, lanche da tarde, jantar e até uma fruta como “ceia”.

2 – Anote as boas pedidas para o café da manhã ou o lanche da tarde: iogurtes desnatados, pães integrais, frutas, frutas secas, cereais com leite desnatado, queijos magros. Todos sustentam e são leves.

3 – Para as refeições principais, o melhor é preferir as carnes magras, verduras, legumes e cereais integrais. Alimentos grelhados – sem acompanhamento de molhos ou feitos em modos como milanesa, claro – são as melhores opções. A refeição pode começar com uma salada verde e seguir com um prato de peixe ou frango com legumes no vapor e arroz, por exemplo.

4 – Frutas, verduras e legumes são alimentos que fornecem uma grande quantidade de água e nutrientes – e, além disso, são digeridos e absorvidos mais rápido pelo corpo. Além disso, contêm fibras, que dão sensação de saciedade e ajudam no funcionamento do intestino. Por isso, aposte firme neles.

5 – O verão traz as reuniões com amigos, mas também vilões tentadores. Os petiscos, como espetinhos de camarão, empadinhas, bolinhos consumidos com cerveja etc., são alimentos gordurosos e não combinam em nada com as altas temperaturas no que diz respeito à boa digestão.

6 – Na hora da sobremesa, as frutas são imbatíveis mesmo. Vale apreciá-las ao natural, em receitas como saladas com frutas variadas ou escolher as mais suculentas, como melão ou melancia, servidas em fatias ou cubinhos.

7 – É óbvio que os sorvetes sempre aparecem no verão. O melhor seria escolher aqueles de palito e à base de frutas, que são porções menos cremosas e menos calóricas.

8 – É sempre bom, no verão, evitar consumir qualquer bebida junto com as refeições. Pode parecer refrescante na hora, mas isso dificulta a digestão e complica o trato gástrico.

9 – Evitar bebidas alcoólicas também é o ideal na estação mais quente – mas se é justamente ela que pede uma caipirinha, poxa… Nesse caso, é melhor tentar consumir os drinques com bastante gelo e intercalar com água. Assim, a água ajuda na hidratação do organismo.

10 – É preciso tomar muito cuidado com os alimentos no verão, já que a proliferação de bactérias se dá principalmente nas temperaturas entre 5⁰C e 25⁰C. Então é importante deixar os produtos sempre na geladeira ou no freezer, longe da temperatura ambiente, e, ao comer fora, procurar bares, restaurantes e quiosques que não exponham os alimentos ao calor.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.