Coração e Vida | Café: consumo de até 25 xícaras por dia não afeta o coração

Café: consumo excessivo não causa rigidez arterial, diz estudo. Mas há outros aspectos. Entenda:

Coração & Vida conversou com especialista sobre o tema

5.07.2019 | por Equipe Coração e Vida
Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Um estudo divulgado no mês passado mostra que a ingestão do bom cafezinho não aumenta as chances de um indivíduo desenvolver rigidez arterial. Após acompanharem a rotina de consumo da bebida de 8.412 pessoas, em diferentes quantidades, pesquisadores da Queen Mary University, na Inglaterra, afirmam que as chances de endurecimento das artérias são praticamente as mesmas para quem toma muito, pouco, ou nenhum café. De acordo com o resultado, mesmo para quem bebe até 25 xícaras de café por dia não está em maior risco do que aqueles que tomam menos de uma xícara.

A partir da pesquisa, os pesquisadores viram que havia menos de 1% de alteração na rigidez arterial de todos os participantes. “É importante notar, no entanto, que o estudo se concentrou em apenas um aspecto da saúde cardíaca – a rigidez arterial”, disse o autor do estudo Kenneth Fung ao portal americano Bicycling.
P

ara entender mais do assunto, o site Coração & Vida conversou com um especialista. De acordo com o médico do Instituto do Coração, o cardiologista Carlos Serrano, existem muitos estudos que avaliam a ligação entre o consumo do café e doenças cardíacas coronárias e os resultados são conflitantes. Para ele, uma pausa para tomar café – o ‘coffe break’ – até ajuda a diminuir o estresse, mas o recomendado é que o consumo não passe de 4 xícaras por dia.

“O café é um excitante e, quando consumido em excesso, pode, sim, aumentar a pressão arterial, além de causar problemas digestivos, como gastrite”, completa.

Mais:
Clean label: busca por “alimento limpo’” vem para ficar

Ainda de acordo com Carlos Serrano, há diferenças entre os tipos de café. O coado é o mais indicado, uma vez que o café sírio e o expresso contém maior quantidade de colesterol.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.