Coração e Vida | Vitamina B12: 7 benefícios que você precisa saber

Coração e Vida

Vitamina B12: 7 benefícios que você precisa saber

Formação dos glóbulos vermelhos, renovação celular e proteção dos neurônios estão entre as atuações da vitamina.

25.10.2019 | por Equipe Coração e Vida

shutterstock_520097362_vitaminab12

 

Por Sofia Pilagallo

As vitaminas são substâncias orgânicas essenciais para o organismo. Contribuem para o crescimento, reparação dos tecidos e o funcionamento do organismo como todo — sendo vitais para a atividade das células, em geral.

O que nem todo mundo sabe é que nosso organismo não produz nenhuma delas. Por isso, é importante conhecer as principais fontes de onde encontrar cada grupo destas substâncias. No total, são cinco: vitamina A, D, E, K e B — sendo este último (as do complexo B) divido em 8 categorias: B1, B2, B3, B5, B6, B8, B9 e B12.

Dentre elas, a vitamina B12 é conhecida por ser uma das mais importantes. É ela que atua na formação dos glóbulos vermelhos do sangue (responsáveis pelo transporte do oxigênio dos pulmões para os tecidos), no bom funcionamento do sistema nervoso central, eme diversas outras funções.


Veja como reduzir carboidratos da alimentação

Encontrada principalmente em ovos, peixes, queijos e carnes (sobretudo de fígado e rim do boi), a vitamina B12 não costuma estar presente em grande quantidade no organismo de veganos e vegetarianos, de acordo com a nutróloga do Hospital Israelita Albert Einstein, Andreia Pereira. Por isso, é importante estar atento à alimentação e buscar ajuda de um profissional para equilibrar a dieta.

Mas este não é o único grupo que sofre com a carência do nutriente. Diabéticos tipo 1 têm um risco cinco vezes maior de ter deficiência de vitamina B12. Isto ocorre porque, para que o composto seja absorvido precisa se ligar a uma proteína produzida pelo estômago, conhecida como ‘fator intrínseco’. Nesses pacientes, há anticorpos contra o fator intrínseco e, consequentemente, redução de sua produção — o que prejudica a absorção de B12.

Pessoas que têm diabetes tipo 2 também apresentam déficit da vitamina, mas por motivo completamente distinto: o uso de metformina, medicamento usado para tratar a resistência à insulina e controlar os níveis de glicose no sangue.  “A deficiência de B12 no diabético tipo 2 está relacionada ao uso de metformina, que interfere na sua absorção. Portanto, nesse grupo de pacientes, o nível do nutriente deve ser monitorado periodicamente”, explica Andréa Pereira, nutróloga do Hospital Israelita Albert Einstein.

Mais:
Alimentos funcionais: entenda o que são e como atuam em benefício da saúde

Essa deficiência costuma ser mais observada em pacientes idosos, e com mais tempo de uso do medicamento. “Em caso de o paciente ter feito alguma cirurgia no estômago e/ou intestino, há um maior fator de risco de ter essa deficiência também”, complementa.

Quantidade:
De acordo com a Dra Andrea, a quantidade media de vitamina B12 diária é de 3-5 mcg/dia. Em 100 g de bife há 1,8 mcg; em 100 g de leite 0,4 e de ovos 1,3. Portanto, “seriam necessários 250 g de bife e para os ovos 300 g”.

Com a ajuda da especialista, Coração & Vida selecionou 7 benefícios da vitamina B12 para a saúde.
Conheça:

– É fundamental para a formação dos glóbulos vermelhos do sangue.
Contribui para a formação, integridade e maturação dos glóbulos vermelhos do sangue, responsáveis por transportar oxigênio para os tecidos no nosso organismo. A vitamina B12 previne ainda a hipertensão arterial e o processo de arteriosclerose.

– Controla o colesterol e os triglicerídeos
Atua na prevenção do aumento do colesterol e também dos triglicerídeos. Manter bons níveis de HDL, o  ‘colesterol bom’ pode ajudar a afastar os riscos de doenças cardíacas, evitando problemas como infartos ou derrames.

– Essencial para o bom funcionamento do sistema nervoso central
Impede que a mielina, membrana que recobre os neurônios como uma capa de proteção, se desgaste.

– Previne danos no DNA
.
Reduz o risco de quebras nos cromossomos que levam a danos no DNA, um dos fatores de risco para o câncer.

– Faz bem para os músculos.
Atua na síntese de creatina, proteína fundamental para manter o nível adequado de massa muscular. Desta forma, ele auxilia na regeneração dos músculos e a manter as reservas de energia.

– Aumenta a fertilidade feminina e masculina
Permite um aumento da fertilidade na mulher, além de ajudar no processo de ovulação e reduzir consideravelmente as chances de um aborto espontâneo. O nutriente contribui ainda para a fertilidade masculina, aumentando o número de espermatozoides no sêmen.

– Renova as células da pele, das unhas e dos cabelos
Proporciona a constante renovação das células da pele, das unhas e dos cabelos

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

3 comentários

  1. Olindina disse:

    Porque não colocaram qual aquantidade de alimentos por dia, seria suficiente?

    • Equipe Coração e Vida disse:

      Olá, Olindina! Obrigada pelo contato. A matéria foi atualizada. Você também poderá acompanhar as novidades da página pelo facebook/coracaoevidaoficial, e no instagram do Dr Kalil: @drrobertokalil
      Abs

  2. Rosângela Rita Rizzo disse:

    BOA NOITE! Além de ser diabética tipo2, tenho metabolismo muito afetado! Estou medicada e faço controle regularmente! E fiquei encantada com esta matéria. Só tenho o que agradecer. Conhecimento é tudo. MUITO OBRIGADA!

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.