Coração e Vida | Calorimetria: conheça o exame que olha para o metabolismo - Coração e Vida

Calorimetria: conheça o exame que olha para o metabolismo

Como funciona o processo que os profissionais da saúde vêm usando para entender melhor o gasto energético de cada paciente

11.04.2018 | por Flávia Pegorin - Equipe Coração e Vida

É possível que mesmo quando a alimentação esteja equilibrada e os exercícios em dia, a pessoa ainda apresente dificuldade em manter ou perder peso. Para diagnosticar se o metabolismo está mais lento que o normal, muitos médicos têm indicado a calorimetria.

A calorimetria é capaz de estimar a quantidade de calorias diárias que o organismo gasta em estado de repouso por meio de análise do consumo de oxigênio e a produção de gás carbônico. É hoje o melhor método disponível para examinar o metabolismo.

Exame consegue mensurar com precisão quantas calorias a pessoa gasta em repouso - Foto: Shutterstock

Exame consegue mensurar com precisão quantas calorias a pessoa gasta em repouso – Foto: Shutterstock

Com os dados em mãos, o médico responsável – geralmente um profissional de medicina esportiva ou nutrição – consegue identificar as mudanças necessárias na rotina do paciente para uma dieta mais apropriada.

O metabolismo de cada um

Pessoas com metabolismo lento têm mais facilidade de ganhar peso porque precisam de menor quantidade de calorias ingeridas para o corpo realizar suas funções. No caso de um metabolismo rápido, acontece o contrário – facilidade de perder peso.

A influência da genética sobre o metabolismo existe, mas ela chega no máximo a 25% da condição. De resto, ele responde a elementos comportamentais, que vão da qualidade do sono à atividade física e, claro, à alimentação.

Como o exame é realizado

A pessoa permanece deitada por aproximadamente 30 minutos. Usa-se uma espécie de máscara no rosto, por meio da qual o paciente deve respirar normalmente. Então serão feitas as medições de consumo de oxigênio e eliminação do gás carbônico, indicativos do gasto energético. O resultado é registrado logo no final da sessão. ​

Quem pode fazer o exame

Qualquer pessoa pode fazer o exame, desde que respeitado os preparos do exame, como, por exemplo:

– Dias antes evitar o consumo de bebidas alcoólicas, consumo de cafeína e de bebidas estimulantes;

– Não frequentar saunas ou praticar atividades intensas.

Leia mais

Exame de bioimpedância direciona mudança na atividade física; entenda

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.