Coração e Vida | Arquivos Urologia - Coração e Vida

Urologia

  • Poluicao_

    Poluição atmosférica pode afetar fertilidade masculina

     

    Poluicao_

    Meninos devem buscar médico andrologista desde a puberdade, e homens adultos devem fazer, ao menos, um espermograma por ano

    Além de causar problemas respiratórios, a poluição do ar também pode afetar a fertilidade masculina. É o que comprova uma série de pesquisas realizadas pelo Grupo de Estudos de Saúde Masculina, da Universidade de São Paulo. A última delas — concluída neste mês de maio e aguarda publicação — mostra que a contínua exposição a poluentes atmosféricos prejudica a produção de espermatozoides. Em 2017, outro estudo realizado em São Paulo, pela mesma equipe, já havia mostrado que a poluição do ar também diminui a capacidade de o microgameta se locomover em direção ao óvulo.

    Coordenador do grupo, o andrologista Jorge Hallak destaca que 85% dos casos de infertilidade podem ser revertidos. A recuperação é viável até certo grau, por isso, quanto antes o problema for descoberto, mais fácil será reverte-lo. “É muito importante incentivarmos que os meninos comecem a ver um andrologista desde a puberdade, e que os homens adultos façam ao menos um espermograma por ano”, explica o médico.

    De acordo com especialista, o tratamento dura de três a seis meses, e envolve o uso de medicamentos e mudança no estilo de vida — fatores como obesidade e uso de drogas também interferem na fertilidade masculina. Para se ter ideia, o esperma dos homens obesos é mais pobre em espermatozoides, o que pode ter impacto direto sobre sua fertilidade.

    Considera-se poluente qualquer substância, sob a forma de gás ou partículas, presente no ar que, por sua concentração, possa torná-lo impróprio ou nocivo à saúde, causando mal estar público, danos aos materiais, à fauna e à flora.

    Segundo o Ministério do Meio Ambiente, as maiores causas da introdução de substâncias poluentes à atmosfera são provenientes de processos industriais, geração de energia, de veículos automotores e de queimadas. É importante destacar também o cigarro, os metais e os pesticidas.

    Revisão técnica
    Prof. Dr. Max Grinberg
    Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
    Autor do blog Bioamigo

    Mais informações
  • _0001_Miguel-Srougi_Reprod_IstoeOnline

    Miguel Srougi

    Graduado em Medicina pela Universidade de São Paulo em 1970, com Doutorado e Livre-Docência em Urologia pela Universidade de São Paulo. Atualmente, é professor titular de Urologia na Faculdade de Medicina da USP. É autor ou coautor de 461 trabalhos científicos publicados em revistas nacionais e internacionais indexadas e de 180 capítulos em livros nacionais e internacionais.

    Mais informações
  • _0000_William-Carlos-Nahas-_reprodYouTube

    William Carlos Nahas

    Graduado em Medicina pela USP (1978), com especialização em Urologia. Responsável pelo Setor de Cirurgia da Unidade de Transplante Renal do Hospital das Clínicas da USP e membro honorário da Associação Chilena de Urologia, da Associação Argentina de Urologia, da Associação Colombiana de Urologia e da American Urological Association.

    Mais informações
  • sami-arap

    Sami Arap

    Prof. Titular Emérito da Disciplina de Urologia da Faculdade de Medicina da USP e coordenador do Núcleo Avançado de Urologia do Hospital Sírio-Libanês, além de membro honorário da Associação Chilena de Urologia; da Associação Argentina de Urologia; da Associação Colombiana de Urologia e da American Urological Association.Também é editor-chefe do Jornal Brasileiro de Urologia e membro do conselho editorial de várias revistas no Brasil e exterior.

    Mais informações

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.