Coração e Vida | Dr Kalil aponta cinco exames para avaliar a saúde cardíaca

Dr. Kalil aponta os 5 principais exames para avaliar a saúde cardíaca

Procedimentos ajudam no diagnóstico e tratamento de condições como arritmia, entre outras doenças

3.07.2019 | por Equipe Coração e Vida


saude_coração_shutterstock_1015415905

Responsável por bombear o sangue para todas as partes do corpo, o coração é um dos principais órgãos humanos. Por isso, o bom funcionamento de todo organismo depende da atividade cardíaca.

De acordo com o cardiologista Dr Roberto Kalil, check ups cardiológicos são extremamente importantes e devem ser feitos anualmente a partir dos 35 anos. Para quem tem histórico familiar de obesidade, hipertensão, colesterol alto, diabetes e outras condições que representem um risco para o desenvolvimento de doenças cardiológicas, o recomendado é começar bem antes, a partir dos 20 anos. Mas, claro, toda avaliação é individual.

Os exames podem ajudar no diagnóstico e no tratamento de condições como arritmia e demais doenças. “Estes exames são muito importantes, mas eliminar quadros de risco como hipertensão, glicemia e tabagismo, são imprescindíveis”, explica.

Por isso, o site Coração&Vida listou cinco principais procedimentos que avaliam a saúde do coração:

Eletrocardiograma
Também chamado de ECG, é um registro gráfico da atividade elétrica do coração. A partir dele, o cardiologista pode diagnosticar arritmias e indicar o melhor tratamento.

Ecocardiograma
É um exame de ultrassom, no qual as imagens do coração são transmitidas para um monitor. O teste é utilizado para a detecção de alterações estruturais e funcionais do coração.

Holter
O holter utiliza um pequeno aparelho gravador portátil que registra continuamente, normalmente por 24 horas, a atividade elétrica do coração. O exame é utilizado para identificar e diagnosticar arritmias cardíacas. Também é indicado quando há sintomas como desmaio, palpitação, tontura e suspeita de fibrilação atrial.

Teste de esforço
Nesse exame, são colocados eletrodos no tórax do paciente para o registro do eletrocardiograma enquanto o mesmo se exercita em uma esteira ergométrica. O teste é utilizado para identificar isquemia do miocárdio, para esclarecer os motivos de uma dor torácica e para que o médico avalie a tolerância de esforço do paciente.

Cintilografia do miocárdio
Trata-se de um exame que avalia o fluxo sanguíneo das artérias que nutrem o coração (coronárias) e sua distribuição no músculo cardíaco. O procedimento é dividido em duas etapas: uma em repouso e a outra de esforço, físico ou farmacológico, a critério do médico.

 

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

 

 

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.