Coração e Vida | Dia de Controle do Colesterol: dicas de alimentos bons para a saúde

Dia de Controle do Colesterol: veja alimentos bons para a saúde

Confira o que vale manter na dispensa e consumir em uma dieta equilibrada

8.08.2018 | por Equipe Coração e Vida

No Dia Nacional de Controle do Colesterol, com o auxílio e orientação da nutricionista Paula Hertel, do Hospital Sírio-Libanês, o Coração & Vida identificou alguns alimentos benéficos para a saúde e, consequentemente, podem auxiliar quem tem colesterol alto, problema que atinge 40% da população, segundo dados do Ministério da Saúde.

Em níveis adequados, o colesterol é muito importante para o organismo, pois é um tipo de gordura produzido pelo próprio corpo que atua, por exemplo, na produção de hormônios e de vitamina D.

Há dois tipos de colesterol. O LDL, que é popularmente conhecido como o tipo ruim, pois penetra nas artérias provocando seu entupimento e as doenças do coração. Já o HDL é o bom, pois retira o excesso de colesterol das artérias.

Quando falamos em dietas, ainda há associação direta aos processos de emagrecimento e questões estéticas, entretanto, no combate a algumas doenças específicas, os ajustes na alimentação se fazem fundamental no controle de doenças e na promoção de bem estar aos pacientes.

“Males da vida moderna atual, como sedentarismo, sobrepeso ou obesidade e a má alimentação são fatores de risco que contribuem para o aumento das taxas (de colesterol)”, afirma o cardiologista Roberto Kalil Filho, diretor do Instituto do Coração (Incor) e do Hospital Sírio-Libanês.

Veja também: Roberto Kalil faz alerta sobre medicamentos de combate ao colesterol

Alimentos ricos em gorduras mono e poli-insaturadas, encontradas no abacate e castanhas, por exemplo, podem ser incluídos no cardápio - Foto: Shutterstock

Alimentos ricos em gorduras mono e poli-insaturadas, encontradas no abacate e castanhas, por exemplo, podem ser incluídos no cardápio – Foto: Shutterstock

É natural?

Para aqueles que enfrentam o colesterol alto, o recomendável é consumir os alimentos em sua forma mais natural possível.

Alimentos com propriedades antioxidantes, como frutas cítricas, aveia e azeite de oliva, e os ricos em gorduras mono e poli-insaturadas, encontradas no abacate e castanhas, por exemplo, devem ser incluídos no cardápio.

O que vale evitar: farinhas refinadas, gordura hidrogenada e frituras, mas é possível levar uma vida normal, desde que alguns hábitos nocivos sejam deixados de lado, e haja equilíbrio, sem excessos recorrentes no dia a dia.

O que vale colocar no carrinho de compras: frutas vermelhas, farelo de aveia e cacau em pó são altamente recomendados.

As primeiras são ricas em antocianinas, substâncias capazes de reduzir a oxidação do colesterol ruim, proteger a parede interna dos vasos e reduzir o risco de entupimento. O farelo é rico em beta-glucana, auxiliando na redução da absorção de colesterol pelo intestino.

Por fim, o cacau em pó ajuda a reduzir o colesterol ruim, ao mesmo tempo em que aumenta o colesterol bom no organismo. Uma boa dica é inclui-lo em receitas doces para aliviar a vontade de comer chocolates.

No entanto, de nada adianta comer itens desses grupos alimentares e não cuidar da alimentação de forma integrada.

Além disso, vale ressaltar que qualquer dieta, por mais simples que pareça, deve ser acompanhada de orientação médica e nutricional qualificada, desde o início, para elaboração de uma dieta alimentar adequada ao organismo, biotipo e preferências de cada um.

+ Vontade de comer doce? Confira aqui nossa receita de mousse leve de abacate com cacau.

 

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo


Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.