Coração e Vida | 10 de julho: Dia Mundial da Saúde Ocular.

10 de julho: Dia Mundial da Saúde Ocular. Você cuida bem dos seus olhos?

Especialista fala sobre prevenção, cuidados e alerta: exame oftalmológico é tão importante quanto avaliar a saúde do coração. Entenda:

23.07.2019 | por Equipe Coração e Vida

 

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

 

De acordo com dados recentes do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (Ibope), 34% da população nunca foi ao oftalmologista. Somente no país,  6,5 milhões de pessoas têm deficiência visual — de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No mundo, 45 milhões de pessoas são cegas e outros 135 milhões sofrem limitações severas de visão.

Por isso, hoje, dia 10 de julho, data em que se comemora o Dia Mundial da Saúde Ocular, o site Coração & Vida chama atenção para a prevenção de doenças oculares e alerta: “a inclusão do exame oftalmológico durante o check-up  é tão importante quanto avaliar a pressão arterial, os níveis de colesterol, e a saúde do coração”.  Quem afirma é o chefe do setor de Glaucoma da Universidade Estadual De Campinas (UNICAMP), Vital Paulino Costa.

De acordo com o oftalmologista, o acompanhamento da saúde ocular deve começar ainda nos primeiros dias de vida (o chamado teste do olhinho, feito em bebês), cujo principal objetivo é detectar condições sérias, como catarata e glaucoma congênitos, e até mesmo tumores intraoculares. Descartadas anomalias no teste do olhinho, a primeira visita ao consultório de um oftalmologista deve ser realizada quando a criança tiver cerca de 4 anos de idade. Nesta faixa etária, uma simples avaliação de rotina pode revelar estrabismo e distúrbios de refração, como miopia, hipermetropia e astigmatismo –  condições que, geralmente, requerem o uso de óculos.

Na vida adulta, o risco de desenvolvimento de doenças oculares aumenta e, por isso, a recomendação é que todas as pessoas passem a realizar exames oftalmológicos de rotina a partir dos 40 anos de idade. Esses testes permitem diagnosticar doenças oculares que podem comprometer a visão. “Degeneração macular relacionada à idade é uma delas”, explica Vital, sobre a condição que acomete a retina — região onde são processados os detalhes dos objetos, rostos e o que mais estiver ao alcance da visão.

A importância dos exames preventivos é tanta que, por meio de uma simples avaliação, é possível detectar doenças que afetam a saúde geral, como hipertensão arterial e até diabetes.

Glaucoma e catarata
Entre as principais doenças que acometem a visão estão glaucoma e catarata. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o glaucoma (lesão no nervo óptico,  geralmente causada pelo aumento da pressão intraocular), é a condição que mais causa cegueira no mundo. Já a catarata (opacidade parcial ou total do cristalino, lente localizada atrás da íris) é responsável por 47,8% dos casos de cegueira no mundo –cuja incidência é mais comum após os 60 anos.

Mas, há boas notícias: em casos de catarata, com a detecção precoce, a visão pode ser recuperada com cirurgia. Já em casos de glaucoma, quando ocorre a perda da visão, ela é irreversível. Por isso, consultas periódicas com um especialista são tão importantes: ajudam a prevenir e a tratar precocemente condições sérias e iniciar o tratamento. Entre os mais comuns, estão os colírios específicos que reduzem a pressão intraocular. É preciso ficar atento.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.