Coração e Vida | “Eu não conseguia andar 10 metros sem sentar”, diz Mamma Bruschetta

“Eu não conseguia andar 10 metros sem sentar”, diz Mamma Bruschetta

Com 40 kg a menos, ela precisou perder peso para ganhar saúde

17.02.2016 | por Equipe Coração e Vida

Quem sofre dos males causados pela obesidade sabe que não existe fórmula mágica para afinar a silhueta. Além de disciplina para mudar hábitos, o processo exige muita determinação, pois emagrecer de forma saudável não acontece da noite para o dia.

Proteína é fundamental à dieta
As 10 melhores dietas para 2016
Confira dicas para cortar alimentos de origem animal
40 dicas para voltar ao peso ideal
Adotar vegetarianismo exige cuidados, não siga por “moda”
“Tomava açaí na mamadeira”, afirma Kyra Gracie
Suco de uva traz mais saúde
Dieta Mediterrânea reduz risco de obesidade e câncer
Glúten: a bola da vez nutricional

Artigo: Como perder peso de forma saudável
Você sabia… Que alguns alimentos viciam?

Aos 67 anos, a simpática Mamma Bruschetta (personagem vivido pelo ator Luis Henrique Benincasa), comentarista do vespertino “Mulheres”, da TV Gazeta, comemora 40 quilos a menos na luta contra a balança.

Mamma antes e depois - Foto: Arquivo pessoal

Mamma antes e depois – Foto: Arquivo pessoal

Em março de 2015, ela se ausentou por três meses da telinha, convencida a passar essa temporada em um spa. Pesando quase 180 kg à época, ela aprendeu a reeducar sua alimentação e disse adeus ao sedentarismo, passando a se exercitar diariamente. O resultado? Eliminou 20 kg.

A ideia era diminuir o manequim para realizar a cirurgia bariátrica. Durante o tratamento, porém, acabou mudando de planos para atingir a meta de emagrecimento. Em outubro, Mamma passou por um procedimento não-cirúrgico, semelhante à endoscopia, para a colocação do balão intragástrico, um dispositivo de silicone que ocupa parte do estômago, reduzindo a fome e aumentando a saciedade.

De lá para cá, o ponteiro da balança desceu mais 20 kg. Mas ela não quer parar por aí. Em entrevista ao Coração & Vida, Mamma fala sobre o novo estilo de vida e a estratégia para continuar emagrecendo.

C&V: Como aconteceu a decisão de perder peso? Foi pela saúde ou por questão estética?

Eu decidi perder peso muito mais por questão de saúde, pois esteticamente estava tudo bem com a “Mamma gorda”. Eu estava com muita dificuldade de andar, sentia muita falta de ar e comecei a perceber o quanto estava prejudicada na locomoção, tanto para trabalhar como para sair, me divertir, fazer higiene íntima e tudo o mais.

C&V: O balão intragástrico não é um método definitivo. Por quanto tempo deve permanecer com ele e qual será a próxima etapa?

O balão é parte de um processo para acelerar o emagrecimento, geralmente usado antes da cirurgia bariátrica, ou do procedimento que devo fazer, que é a cirurgia plástica. Eu posso ficar com esse dispositivo por até um ano, e, nesse tempo, devo inflá-lo um pouco mais para continuar perdendo peso até a cirurgia. Gostaria de emagrecer o suficiente para fazer uma cirurgia plástica abdominal segura e, sem a barriga, chegar aos 100 kg.

C&V: Como você se preparou nos meses que antecederam o procedimento?

Primeiro, tive que reduzir o peso, por isso me internei num spa por três meses, consumindo menos de 1.000 calorias ao dia. E antes de colocar o balão intragástrico, é necessário fazer um regime específico, alimentar-se somente de líquidos durante um período para estar com o estômago vazio e realizar todo o processo com segurança.

C&V: E no pós-procedimento, teve algum desconforto?

Nos primeiros três dias você enjoa muito, porque tem uma coisa estranha no seu estômago, e que ocupa uma boa parte dele. Assim que o enjoo passa, você consegue se alimentar normalmente. Durante 20 dias, somente líquidos; mais 20 dias de dieta pastosa, e só depois é permitido comer alimentos sólidos. Agora que eu parei de perder peso e engordei um pouquinho, preciso voltar à dieta líquida para continuar emagrecendo.

C&V: Como está conseguindo manter os novos hábitos?

Eu tenho uma nutricionista que me acompanha e orienta. Tenho comidas saudáveis em casa, inclusive congeladas. Continuo indo todos os finais de semana ao spa para fazer hidroginástica e academia. Tudo isso respeitando uma dieta balanceada, que na maioria das vezes sigo à risca.

C&V: Você consegue resistir a tantas guloseimas preparadas durante o programa?

No “Mulheres”, sempre tem muitas coisas gostosas – e tento resistir a todas. Quando não é possível, como só uma pontinha para não ficar com água na boca. Na maior parte das vezes, eu passo e como somente aquilo que me é permitido, ou seja, comida saudável.

C&V: Depois de emagrecer, o ator Leandro Hassum chegou a perder oportunidades que eram “facilitadas” pela obesidade.  Você teme que a mudança física possa afetar sua imagem profissional?

Não tenho qualquer preocupação com isso. Preciso pensar primeiro na minha saúde. Como todos acompanham o processo de emagrecimento desde o início, não faria nenhuma diferença para minha personagem.

C&V: Como é sua rotina de atividades físicas?

Atualmente, minha rotina de exercícios não está como eu quero. Eu gostaria de fazer diariamente hidroginástica, esteira e bicicleta, mas não tenho conseguido. Estou buscando uma academia perto da TV Gazeta que reúna todas essas atividades, que são as que eu realmente gosto de praticar.

C&V: Ainda está fazendo acompanhamento psicológico?

Já nem preciso mais, pois já coloquei na cabeça que o meu negócio é comida saudável, além de tirar essa barriga que me incomoda. Tive muito acompanhamento psicológico e, caso ainda venha a ser necessário, tenho à disposição.

C&V: Qual foi a maior mudança promovida pelo emagrecimento?

Sem dúvidas, a locomoção. Antigamente, eu não conseguia andar 10 metros sem precisar sentar e recuperar o fôlego. Agora estou mais ágil, faço uma caminhada maior sem problema algum.

C&V: Quais objetivos pretende ainda alcançar?

Eu tenho uma meta. Quero emagrecer um pouco mais para fazer uma cirurgia plástica e tirar essa barriga, que é muito volumosa. Eu fui emagrecendo e ela foi caindo, se tornando um pedaço de pele enorme que me incomoda muito. É a primeira coisa que pretendo resolver. Sem essa barriga serei uma pessoa feliz.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.