Coração e Vida | Festa junina sem culpa: pé de moleque saudável

Festa junina sem culpa: aprenda a fazer pé de moleque saudável

Esqueça o açúcar branco refinado. Nesta versão, melado de cana e açúcar de coco deixam a receita mais leve e saborosa

10.06.2019 | por Equipe Coração e Vida

 

Foto: receitasincríveis

Foto: receitas incríveis

 

O pé de moleque surgiu em meados do século XVI com a chegada da cana-de-açúcar ao Brasil, e atualmente é um doce típico da culinária brasileira, tradicional em festas juninas.

Com textura crocante e sabor inconfundível, o pé de moleque é o doce que não pode faltar no seu arraial. Por isso, Coração & Vida selecionou uma versão mais saudável desta delícia – sem açúcar refinado. “Essa receita tem vantagem em relação ao pé de moleque tradicional, pois não leva açúcar refinado”, explica a nutricionista Paula Hertel. Em substituição, é possível usar açúcar de coco (natural feito a partir da seiva do coqueiro, a árvore do coco) ou mascavo, cujo índice glicêmico é menor.

Paula explica, ainda, que outra versão saudável é feita com melado de cana. “É uma opção menos processada, isto é, não passou pelo processo químico de refinamento. Por isso, também é mais saudável”, explica.

Quer aprender a fazer esta delícia? Confira:

Ingredientes:
– ½ xícara (chá) de açúcar de coco ou mascavo
– ½ xícara (chá) de melado de cana-de-açúcar ou mel
– 1 xícara (chá) de amendoim torrado sem sal e sem casca
– 1 xícara (chá) de água
– 1 xícara (chá) de noz-pecã ou outra oleaginosa
– Óleo de coco para untar


Modo de preparo
:
– Coloque em uma panela o açúcar, o melado de cana-de-açúcar e a água e esquente em fogo baixo.
– Mexa algumas vezes durante 10 minutos até formar uma calda.
– Acrescente os demais ingredientes e mexa até a mistura engrossar e soltar da panela.
– Despeje tudo em uma fôrma antiaderente, untada com óleo de coco.
– Espalhe a mistura na fôrma e aperte bem
– Leve à geladeira por 30 minutos.

Para servir, corte o pé de moleque em pedaços de acordo com o tamanho que desejar.

 

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Notícias relacionadas

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.