Coração e Vida | Fevereiro roxo: entenda as doenças de Alzheimer, Lúpus e Fibromialgia

Fevereiro roxo: entenda as doenças de Alzheimer, Lúpus e Fibromialgia

Conheça causas, sintomas e tratamentos de cada patologia, e saiba porquê o índice de mal de Alzheimer é crescente em todo o mundo:

21.02.2020 | por Equipe Coração e Vida

shutterstock_1573339948_roxo
Fevereiro é marcado por ser o mês de conscientização sobre o Alzheimer, Lúpus e Fibromialgia. São doenças sem cura, mas com diagnóstico precoce e acompanhamento médico constante podem ter os sintomas controlados, e o paciente ganhar mais qualidade de vida. Entre as mais comuns, está a doença de Alzheimer, que corresponde até 60% de todos os tipos de demência. 

De acordo com dados recentes da Organização Mundial de Saúde (OMS), atualmente, cerca de 50 milhões de pessoas vivem com algum tipo de demência, e a cada ano são registrados quase dez milhões de novos casos.  Ainda de acordo com a organização, o número de casos da doença deverá triplicar até 2050. Um dos principais motivos está a relacionado ao estilo de vida. 

Neurologista do Hospital Sírio Libanês, Mateus Trindade explica que o aumento dos casos de Alzheimer, por exemplo, está relacionado ao envelhecimento da população — uma vez que a doença, geralmente, acomete idosos. Trata-se de uma condição neurodegenerativa que deteriora a memória de curto prazo. O sintoma principal é a dificuldade de reter informações recentes. Outro sinal do problema é a desorientação no tempo e no espaço, e a dificuldade em lidar com problemas rotineiros, como as finanças.

De acordo com Mateus Trindade, a comunidade médica mundial vem investindo em pesquisas que investigam a fundo a doença. A expectativa é que surja uma terapia mais específica nos próximos anos. Atualmente, pacientes diagnosticados com Alzheimer costumam usar medicamentos que controlam alguns sintomas da doença.

Mais: Saiba mais sobre Alzheimer, Fibromialgia e Lúpus

O mesmo acontece com as pessoas que têm Lúpus: uma doença inflamatória autoimune caracterizada pelo ataque do sistema imunológico do paciente aos tecidos saudáveis do próprio corpo, por engano. De acordo com o Ministério da Saúde, o Lúpus pode se manifestar de diferentes formas e afetar múltiplos órgãos e tecidos do corpo. Não se sabe a causa do distúrbio, mas é uma doença mais comum entre as mulheres. Os principais sintomas são: fadiga, febre, dor nas articulações, vermelhidão na pele e confusão mental.

Já a Fibromialgia é uma doença que aumenta a sensibilidade à dor através dos nervos, o que gera  fortes dores no corpo todo, principalmente na musculatura. Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, outros sintomas comuns são fadiga, insônia, ansiedade, depressão e até alterações intestinais. Pacientes diagnosticados com fibromialgia costumam apresentar grande sensibilidade ao toque. A causa da doença é desconhecida e, para controlar os sintomas, é indicado o uso de medicamentos que podem variar entre antidepressivos, relaxantes musculares e neuromoduladores, além da prática de alguma atividade física.

Mais: Atenção aos sintomas do Alzheimer

Em caso de aparecimento de algum sinal dessas doenças, é preciso procurar um médico. Hábitos de vida saudáveis, incluindo boa alimentação e prática de exercícios físicos, ajudam a prevenir o aparecimento destas enfermidades.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.