Coração e Vida | Hipertensos: exercícios físicos trazem mais benefícios quando praticados ao final do dia

Coração e Vida

Hipertensos: exercícios físicos trazem mais benefícios quando praticados ao final do dia

Os dados são de um novo estudo da Universidade de São Paulo (USP). Especialista e co-autor do trabalho explica resultado:

29.10.2019 | por Equipe Coração e Vida

shutterstock_1495239077_hipertensos
Por Sofia Pilagallo

Quem nunca ouviu por aí que indivíduos com hipertensão arterial, a conhecida pressão alta, deveriam passar longe de academias? No entanto, com a evolução da medicina e novos estudos sobre o tema, já há um consenso de que a ideia não passa de mito. Mas, até então, pouco se sabe – ou se sabia – sobre o melhor horário para a prática de exercícios físicos para quem é hipertenso.

Mas há novidades. Em setembro, a Universidade de São Paulo (USP) divulgou um novo estudo que apontou que o período da noite traz mais benefícios aos pacientes. O resultado está ligado às variações que acontecem na regulação da pressão arterial durante as 24 horas do dia — hojesabe-se que há dois picos de variações: um pela manhã e outro no período ao final do dia.

“Muitos conceitos estão mudando graças aos trabalhos que tem analisado estas variações da regulação da pressão arterial por este período”, explica Décio Mion Jr, co-autor do estudo, e professor livre-docente pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP).

Durante o estudo, foram analisadas 50 indivíduos com hipertensão arterial divididos em três grupos: um que se exercitou na bicicleta ergométrica exclusivamente no período da manhã (entre 7h e 10h); outro que praticou o mesmo exercício exclusivamente no final do dia (entre 18h e 21h); e um terceiro que realizou apenas atividades de alongamento estático, ou parado – os participantes deste último fizeram parte do chamado “grupo de controle”.

Mais:
Dr. Kalil explica: dias quentes são bons para quem tem pressão alta?

Durante o estudo, foram realizadas três sessões de atividade física semanais, pelo período dez semanas, totalizando 30 sessões. Com isso, observaram que no período da tarde houve maior redução da pressão arterial, acompanhada de vasodilatação (dilatação ou alargamento dos vasos sanguíneos, o que aumenta o fluxo e diminui a pressão).

Com mais estudos, ao final do trabalho, chegou-se à conclusão que exercícios físicos realizados entre 18h e 21h trazem, de fato, maior benefício aos pacientes com hipertensão. 

Outro dado interessante diz respeito ao horário ideal para tomar medicamento para a pressão alta: a ingestão à noite pode contribuir para que o paciente viva ainda mais, do que tomar os medicamentos pela manhã.

Mais: 
Dr. Kalil explica: pressão alta é sempre silenciosa?

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.