Coração e Vida | Nutrientes da beleza: conheça os alimentos que melhoram pele e cabelos - Coração e Vida

Nutrientes da beleza: conheça os alimentos que melhoram pele e cabelos

O que devemos comer ou evitar para ganhar uma aparência mais saudável

24.05.2018 | por Equipe Coração e Vida

Manter a pele e os cabelos bonitos não depende só de investir em cremes de última geração ou modernos tratamentos estéticos. Saúde e beleza andam juntas – e além de investigar qualquer mudança significativa na aparência, como aumento da oleosidade ou da acne, unhas quebradiças e queda de cabelo acentuada, cuidar da alimentação é essencial.

A dermatologista Tatiane Curi, do Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, listou os alimentos que devem ser incluídos na dieta para prolongar a vitalidade da pele e dos cabelos. Conheça os quatro principais grupos:

Alimentos como as frutas vermelhas protegem o corpo dos "vilões da beleza". Foto: Shutterstock

Alimentos como as frutas vermelhas protegem o corpo dos “vilões da beleza”. Foto: Shutterstock

 

Frutas vermelhas

Blueberry, cranberry, goji berry, açaí, framboesa, amora, morango, cereja, além da jabuticaba, contêm grande quantidade de antioxidantes que neutralizam os efeitos dos radicais livres, os “vilões da beleza” que aceleram o envelhecimento. A vitamina C participa da produção do colágeno, atenuado rugas e linhas de expressão, garantindo uma pele mais firme e mais resistente aos efeitos nocivos do sol e da poluição. Em sucos, vitaminas, misturadas no iogurte, inclua ao menos uma porção diária dessas frutinhas na dieta.

Oleaginosas

Por que tanto se fala em caprichar no consumo das castanhas, amêndoas, nozes, pistache, macadâmia, avelã? Porque são riquíssimas em três poderosos nutrientes da beleza: ômega 3, selênio e vitamina E. “Todos têm função antioxidante, de proteção contra o envelhecimento prematuro e melhoram o aspecto geral da pele em relação às rugas e à flacidez”, explica a dermatologista. O selênio está associado a uma pele mais viçosa, sendo a castanha-do-brasil sua principal fonte. O ômega 3 atenua processos inflamatórios, tornando-se um aliado contra a acne. A vitamina E acelera a cura de lesões na pele e ajuda na formação do colágeno.

Alimentos proteicos

Em se tratando de textura, elasticidade e sustentação da pele, não há proteína mais importante que o colágeno. Como produzimos cada vez menos dessa substância a partir dos 30 anos, é importante estimular sua síntese por meio da alimentação. Proteínas como peixes, ovos, queijos, iogurtes, leguminosas, cereais como a quinoa, carnes brancas e vermelhas, são combustíveis para o corpo fabricar mais colágeno e também a queratina, uma proteína que compõe a estrutura dos cabelos. “Gema de ovo, frango e soja ainda contêm lisina, um aminoácido que fortalece a imunidade e ajuda na construção da massa muscular, garantindo uma pele mais tonificada”, completa Tatiane.

Cereais integrais

São grandes reservas de fibras, vitaminas e minerais, principalmente zinco, selênio e magnésio. O zinco é um antioxidante que atua na síntese do colágeno e da queratina – e muitas pesquisas o relacionam à capacidade de reduzir a produção de oleosidade na pele, inflamações e, consequentemente, a acne. Aveia, arroz integral, centeio, cevada, quinoa e amaranto fornecem boas quantidades desse mineral. Além disso, as fibras presentes nos cereais integrais ajudam o intestino a eliminar mais toxinas. “Isso melhora o aspecto da pele como um todo, inclusive da celulite”, reforça Tatiane.

 

Texto
Daniela Spilotros

 

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

 

Leia mais:

Perda de cabelo tem muitas causas possíveis

 

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.