Coração e Vida | Paulistano volta a parque até sem estar protegido contra febre amarela - Coração e Vida

Paulistano volta a parque até sem estar protegido contra febre amarela

12.01.2018 | por Estadão

A reabertura de três parques estaduais na capital paulista – fechados havia mais de dois meses após a infecção de macacos por febre amarela – causou desconfiança até entre frequentadores vacinados que nesta quinta-feira, 11, foram aos locais. Muitos dos que estiveram no Horto Florestal, na zona norte, encheram o corpo de repelente. Outros levaram carteira de vacinação, achando que teriam o documento cobrado na entrada.

O Estado abordou 20 pessoas nesta quinta no Horto – e somente uma família não estava protegida. O segurança Waldemar Moretti, de 36 anos, havia se vacinado com a filha e três sobrinhos no dia anterior. A proteção só ocorre após dez dias. “Vacinei porque as crianças pediram”, diz Moretti. Já o aposentado Francisco Rocha, de 65 anos, levou até carteira para comprovar a vacinação, mas o documento não é cobrado.

Leia mais

Deixe seu comentário

1 comentário

  1. Domingas Maria bomfim santos disse:

    Deixe aqui sua Mensmensagem. Boa. As. Reportagem

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.