Coração e Vida | O que fazer quando a criança ingere produtos químicos

Primeiros-socorros: saiba como agir se a criança ingeriu produtos químicos

Se a criança estiver consciente, ligue imediatamente para o CEATOX para receber orientações

31.10.2018 | por Equipe Coração e Vida

Por Thassio Borges

Crianças naturalmente são peraltas. Pela inocência da idade, acabam em situações muitas vezes complicadas – e até perigosas. Por esse motivo, é importante saber prestar os primeiros-socorros às crianças, pois os momentos iniciais são cruciais para colocar a criança fora de risco. Um dos problemas que os pais enfrentam é quando os pequenos ingerem produtos químicos, como aqueles para limpeza. Dependendo do produto, é considerado uma emergência médica e é preciso correr com a criança para o hospital. Uma forma simples de saber o que fazer é ligar para o Centro de Assistência Toxicológica (CEATOX) e explicar o que aconteceu, e qual foi o produto ingerido. Os profissionais são treinados para orientar o que deve ser feito: se os pais podem aguardar com a criança em casa, ou se será preciso leva-la ao pronto-socorro.

Jamais ofereça leite ou água à criança após a ingestão de produtos químicos - Foto: Shutterstock

Jamais ofereça leite ou água à criança após a ingestão de produtos químicos – Foto: Shutterstock

O contato com substâncias químicas pode trazer riscos ao organismo, variando de manifestações leves a graves, com risco de morte. As crianças geralmente ingerem essas substâncias no ambiente doméstico e de forma acidental. A criança pode apresentar vômitos, salivação excessiva, alterações de comportamento, sonolência, convulsão, dificuldade para respirar, queimadura ou vermelhidão no local de contato com as substâncias.

As substâncias geralmente ingeridas são: medicamentos, produtos de limpeza, inseticidas, tintas, graxas, xampus, cremes e cosméticos diversos, bebidas alcoólicas, dentre outras. Cada Estado tem os seus centros de intoxicação. Em São Paulo, há o CEATOX e o CCI Jabaquara. Em quadros leves, pode-se recorrer a estes serviços, que funcionam 24h.

O que fazer

1 – Se a criança estiver desmaiada, chame o resgate imediatamente, por meio do 192;

2 – Tente identificar o produto ingerido, a quantidade e o horário aproximado do ocorrido.

3 – Se houver queimadura ou vermelhidão local, lave imediatamente com água corrente, principalmente se houver contato com os olhos.

4 – Retire as roupas que contenham o produto. O contato prolongado pode piorar as reações de pele e aumentar risco de inalação de algumas substâncias que provocam inflamação pulmonar;

5 – Leve a criança ao serviço médico mais próximo, com o rótulo ou embalagem do produto e bulas dos medicamentos.

Erros comuns

– Não ofereça água ou leite na sequência, pois podem aumentar a absorção da substância química;

– Não induza vômitos, principalmente quando a substância tem soda cáustica na composição. Esse produto lesa o esôfago quando em contato com a parede do órgão; assim lesará quando a criança ingerir e quando vomitar, piorando o quadro.

Leia mais: Primeiros-socorros em crianças: engasgo e queimadura

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.