Coração e Vida | Chocolate amargo traz benefícios para a saúde - Coração e Vida

Chocolate amargo traz benefícios para a saúde

Seu alto teor de cacau ajuda a melhorar o humor e o colesterol

27.03.2018 | por Thassio Borges - Equipe Coração e Vida

Com a Páscoa chegando é importante saber como fazer escolhas saudáveis na hora de celebrar a data. Isso significa optar por chocolates com maior teor de cacau.

A nutricionista Simone Ferraz do Hospital Sírio-Libanês já aponta, por exemplo, que “o chocolate branco, de chocolate não tem nada. Na composição tem apenas manteiga de cacau, leite em pó, açúcar etc”.

O chocolate com maior teor de cacau pode inclusive diminuir a vontade por doces - Foto: Shutterstock

O chocolate com maior teor de cacau pode inclusive diminuir a vontade por doces – Foto: Shutterstock

Ela salienta ainda que o chocolate ao leite tem um teor baixo de cacau, sendo geralmente uma composição de cerca de 30% de cacau com leite e açúcar.

Juliana Venanzi Gouveia, também nutricionista do Sírio-Libanês afirma: “o tipo ideal de chocolate deve ser o que apresenta um percentual de cacau mais elevado”.

Dessa forma uma Páscoa mais consciente é aquela que aposta no chocolate amargo, o qual apresenta 70% de cacau ou mais.

Segundo as nutricionistas entrevistadas, desde que consumidos um valor médio de 30 gramas de chocolate ao dia, priorizando a quantidade de cacau presente, podemos ter os seguintes deliciosos benefícios:

– Auxílio na redução do LDL (mau colesterol) e aumento do HDL (bom colesterol), devido à presença de polifenóis que atuam no sistema imunológico;

– Contém propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e protetoras do coração;

– Melhora o humor;

– Reduz a ansiedade e o stress;

– Reduz o apetite por outros doces.

Importante lembrar que o chocolate é um alimento com quantidades consideráveis de calorias. Consulte, portanto, um nutricionista para que ele possa determinar o tipo e a quantidade de chocolate mais adequado ao seu perfil.

E o chocolate diet?

“Também é importante a atenção quanto ao consumo de chocolate na versão diet, pois por possuírem quantidade restrita de carboidratos é necessária uma maior quantidade de gordura para ter realce de sabor e alcance da textura desejada”, alerta Juliana Gouveia.

Leia também: Nutricionista fala sobre benefícios do chocolate

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.