Coração e Vida | Sarampo: começa nova fase da campanha de vacinação

Coração e Vida

Sarampo: começa nova fase da campanha de vacinação

De 10 de fevereiro a 13 de março, Ministério da Saúde pretende aplicar a vacina em brasileiros de 5 a 19 anos; faixas etárias que não haviam sido convocadas e nem vacinadas

11.02.2020 | por Equipe Coração e Vida

 

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

Uma nova fase da campanha de vacinação contra o sarampo foi anunciada pelo Ministério da Saúde, na última segunda-feira 10. Nesta etapa, o foco da imunização será em crianças e jovens, de 5 a 19 anos que não receberam as duas doses obrigatórias da vacina tríplice viral (que também protege contra caxumba e rubéola).

“Todo mundo sabe que vacinação em geral é de extrema importância. Sarampo não tem um tratamento específico e pode ser grave; por isso, somente a imunização garante a prevenção”, reforça Ralcyon Teixeira, médico infectologista do Instituto Emílio Ribas.

Mais:
Sarampo: por que a doença voltou no Brasil?

A expectativa é de que mais de 3 milhões de brasileiros recebam a imunização. O chamado Dia D, quando os postos de saúde estarão abertos para vacinação do público-alvo, acontece no próximo dia 15 de fevereiro. Mas, atenção: para a população fora da faixa etária da campanha que não tenha recebido as duas doses recomendadas “ou, ainda, que tenha dúvidas se recebeu a imunização, também deve buscar o posto de saúde”, complementa Ralcyon.

Mais: 
Sarampo é doença séria; veja a importância de se vacinar

Bebês de seis meses a menos de 1 ano que tomaram a chamada dose zero em épocas de surto da doença, seguem precisando tomar as outras duas imunizações recomendadas a partir dos 12 meses de vida. Quem se vacinou e tomou as duas doses exigidas não precisa participar do novo cronograma.


Transmissão da doença

Extremamente contagioso, o vírus pode ser contraído em até duas horas depois de a pessoa infectada ter saído do local. Um levantamento feito pelo Unicef  divulgado no ano passado, apontou o Brasil como o terceiro país no ranking dos que tiveram o maior aumento de casos de sarampo entre 2017 e 2018.

Mais:
Mitos e verdades sobre as vacinas


Revisão técnica

Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.