Coração e Vida | SP muda estratégia de combate à febre amarela e tenta se adiantar ao avanço do vírus - Coração e Vida

SP muda estratégia de combate à febre amarela e tenta se adiantar ao avanço do vírus

9.02.2018 | por G1

Um estudo inédito fez mudar a estratégia de vacinação contra a febre amarela no estado de São Paulo. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, o mapeamento de “corredores ecológicos” permitiu identificar o caminho do avanço do vírus pelas cidades paulistas e priorizar as áreas de imunização.

O traçado foi feito com base nos macacos encontrados mortos pela doença – ocorrência chamada de epizootia –, na vegetação existente no estado, e nas regiões isotérmicas, ou seja, nem muito quentes, nem muito frias, já que o mosquito não sobrevive em temperaturas extremas. Os mosquitos transmissores, o haemagogus e o sabethes, são silvestres e vivem apenas em áreas de mata.

Leia mais

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.