Coração e Vida | Stevia ou xilitol: conheça as principais diferenças entre os adoçantes naturais

Stevia ou xilitol: conheça as principais diferenças entre os adoçantes naturais

Considerados opções mais saudáveis que o açúcar branco refinado, têm diferentes propriedades benéficas ao organismo

14.11.2019 | por Equipe Coração e Vida

 

FOTO: folhas frescas de stevia/shutterstock

FOTO: folhas frescas de stevia/shutterstock

Os adoçantes são boa opção para aqueles que desejam substituir o açúcar e diminuir o consumo das chamadas ‘calorias vazias’, sem propriedades benéficas ao organismo. No entanto, vale lembrar que nem todo adoçante é sinônimo de saúde.

De acordo com a nutricionista Andreia Zurlini, “alguns adoçantes sintéticos, que levam componentes como ciclamato de sódio, sacarina e aspartame, podem desencadear doenças a longo prazo”, explica. Por isso, adoçantes naturais, a exemplo de stevia e xilitol, podem ser melhores opções.

Mais:
Açúcar é vilão no combate ao câncer?

E antes de fazer escolhas, é importante entender o que é cada um e como atua no organismo. Para quem não sabe, stevia é extraída de uma planta, que leva o mesmo nome da substância doce: Stevia Rebaudina. O ingrediente não possui calorias, ou seja, tem baixo índice glicêmico, nem efeitos colaterais. E é bem doce. Logo, uma pequena quantidade já é o suficiente para adoçar um líquido.

Já o xilitol é extraído a partir de fibras de muitos vegetais, como milho, framboesa e ameixa. O ingrediente é 40% menos calórico do que o açúcar refinado e possui baixíssimo teor glicêmico. “É um adoçante funcional, pois tem efeitos probióticos que podem reduzir os níveis de triligcérides e colesterol”, afirma a nutricionista Andreia Zurlini.

No entanto, a especialista alerta para não exagerar: “Seu consumo em excesso pode fazer mal ao intestino”.

Mais: 
10 dicas para diminuir o consumo de açúcar e sal

Para Zurlini, não existe um adoçante melhor do que o outro. “Cada um tem a sua particularidade e seu paladar”. “Por ser feita a base de planta, a stevia pode agradar veganos e vegetarianos, mas desagradar outras pessoas devido ao gosto residual amargo. É algo muito pessoal”.

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.