Coração e Vida | Usar medicamento para tireoide no intuito de emagrecer é perigoso, alertam médicos - Coração e Vida

Usar medicamento para tireoide no intuito de emagrecer é perigoso, alertam médicos

Reposição desse hormônio sem necessidade pode provocar até infarto; consultar um especialista é fundamental

19.01.2018 | por Eli Pereira - Equipe Coração e Vida

Não é novidade, mas a moda não passa e os especialistas alertam: usar medicamento para tireoide para acelerar o metabolismo e perder peso é perigoso, já que pode provocar problemas graves nos ossos, como osteoporose e até mesmo arritmias cardíacas e infarto.

Especial do mês: 10 maneiras de comer melhor neste verão
As 10 melhores dietas para 2018
Açúcar: como lidar com este vilão?
A influência alimentar vem do sangue?
Artigo: Como ajudar a cuidar do corpo e da alimentação durante as férias e o fim do ano?

Você sabia… Que o tomate deve estar presente em toda dieta?

Sabe-se que com medicamentos não se brinca. E o uso abusivo e sem necessidade dos repositores dos hormônios da tireoide realmente acelera o metabolismo, mas às custas de efeitos colaterais arriscados.

Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

“Algumas pessoas, com o intuito de emagrecer rapidamente, buscam uma ‘fórmula milagrosa’ e acabam usando esses hormônios sem saber dos efeitos colaterais”, alerta a endocrinologista Rosália Padovani.

Depressão, ansiedade, arritmia, infarto e osteoporose são os problemas mais comuns causados pelo uso inadequado. E são esses hormônios que estão presentes em muitas fórmulas manipuladas para emagrecer.

“O alerta é: você pode estar tomando hormônio para tireoide sem saber, e isso pode provocar problemas cardíacos. Essa não é uma forma saudável de emagrecer”, preocupa-se o endocrinologista Renato Zilli.

Moda antiga

Zilli conta que essa é uma moda antiga. Muitas pessoas têm problemas na tireoide como o hipotireoidismo, que é quando há uma baixa na produção do hormônio tireoidiano. Elas, sim, têm indicação médica para reposição.

No entanto, essa reposição é feita sob um rígido controle médico mês a mês, já que é necessário fornecer ao organismo apenas a dose faltante, e a quantidade correta precisa ser perfeitamente ajustada.

Um erro ou um pouco mais do composto químico já pode causar um hipertireoidismo medicamentoso, seguido dos efeitos colaterais mencionados.

Rosália comenta que, se o emagrecimento provocado pelo medicamento para tireoide fosse seguro, seria mais uma alternativa medicamentosa receitada por endocrinologistas para perder peso. O problema é que não é, e o seu uso sem indicação médica pode acabar em tragédia.

Tireoide em dia é fundamental

Quando a tireoide está desregulada, todo o corpo sofre as consequências. Isso acontece porque ela é a glândula responsável pela manutenção do metabolismo.

Rosália conta que, quando há pouco hormônio sendo produzido por ela, a pessoa apresenta sonolência, cansaço, inchaço, batimentos cardíacos lentos, intestino preso e alteração no ciclo menstrual – muitos se queixam de um fluxo mais intenso, além de sentir muito frio.

Quando ela trabalha demais, os efeitos são parecidos com os provocados pelo uso sem indicação do medicamento, além de dar taquicardia, insônia, intestino solto e muito calor. Em ambos os casos, buscar um médico é imprescindível.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.