Coração e Vida | Você conhece ora-pro-nóbis?

Você conhece ora-pro-nóbis?

Com 25% de proteína, a planta da vez ainda é rica em diversos outros nutrientes. Descubra sua história e veja como ela pode (e deve) ser consumida:

14.05.2019 | por Equipe Coração e Vida
Folha de ora-pró-nobis: super alimento abundante na região Sudeste, principalmente em Minas Gerais

Folha de ora-pró-nobis: superalimento, abundante na região Sudeste, principalmente em Minas Gerais

 

Popularmente conhecida como ora-pro-nóbis, a Pereskia aculeata Miller é uma espécie de planta trepadeira, cujas folhas escuras, de gosto neutro e textura macia, têm ganhado cada vez mais espaço no prato dos brasileiros. A razão disso está em suas propriedades nutricionais que a colocam no hall dos ‘superalimentos’.

De acordo com os principais estudos existentes, suas folhas possuem cerca de 25% de proteína, além de fibras, cálcio, zinco, potássio, cobre e ferro. Para se ter ideia, a ora-pro-nóbis tem mais proteína do que o espinafre, e cerca de quatro vezes mais vitamina C do que a laranja – sendo, assim, um alimento ideal para aumentar a imunidade, além de ser ótima opção para vegetarianos e veganos. Como se não bastasse, também contêm o aminoácido triptofano, responsável por produzir serotonina, o neurotransmissor responsável pela sensação de bem-estar e combate à depressão.

Segundo a nutricionista Paula Hertel, a hortaliça é um ótimo alimento para grávidas. O motivo está em seu alto teor de ácido fólico. “É a vitamina fundamental para a formação do tubo neural do bebê”, afirma. 

História
Abundante na região Sudeste, principalmente em Minas Gerais, é bastante comum ver a ora-pro-nóbis nos quintais das casas e nas cercas vivas de sítios e chácaras. Suas propriedades também são bastante conhecidas por pessoas que vivem nas zonas rurais, e a cultivam em seu quintal como remédio e alimento. Por lá, a planta é chamada de “bife dos pobres”, devido a seu alto teor de proteína.

E para quem não faz ideia da origem do nome popular, vem do latim, cujo significado é “rogai por nós”. A explicação? Reza a lenda que a planta nascia em abundância ao redor das igrejas e somente os padres poderiam fazer a colheita. Quando os sacerdotes estavam realizando o sermão da missa em latim, os fiéis aproveitavam o momento para “surrupiar” as folhas.

Além de serem ingeridas refogadas, as folhas são bastante usadas no preparo de chá, como ingrediente para recheios de salgados, sopas, saladas e muito mais. Selecionamos uma receita rápida e fácil de fazer com esta planta tão rica nutricionalmente. Confira:

Sopa de frango com ora-pro-nobis

Sopa de frango com ora-pro-nobis

Sopa de frango com ora-pro-nobis

Ingredientes (2 porções)

– 1 coxa de frango (pode substituir por peito de frango, ou lombo de porco)
– 1 colher (sopa) de cebola picadinha
– 1 colher (chá) de azeite
– 2 colheres (sopa) de quiabo picadinho (pode substituir por vagem, ervilha torta)
– 3 colheres de sopa de abobrinha em cubinhos (pode substituir por abóbora, moranga, berinjela, jiló)
– ½ xícara de folhas de couve ou taioba, ou espinafre, ou ora-pro-nóbis (folha mineira rica em proteína)
– 2 xícaras de água
– 1 ramo de salsinha

 

Modo de preparo:
Doure o frango em um fio de azeite e uma pitada de sal, junte a água e deixe cozinhar com a panela tampada até soltar do osso (se for preciso junte mais água).Coe o caldo, desfie a carne. Reserve.

Para a sopa:
Sue a cebola em azeite, junte o frango desfiado, o quiabo e a abobrinha. Refogue. Junte a água em que cozinhou o frango e um ramo de salsinha, e deixe cozinhar por 2 minutos. Junte a couve ou a ora-pro-nobis, tampe a panela, apague o fogo e deixe descansar 2 minutos antes de servir. Pediatras recomendam que sopas e demais comidas para bebês devam ser servidas em pedaços, para que a criança perceba sabores e texturas de cada um dos alimentos, formando, assim, seu paladar.

Revisão técnica
Prof. Dr. Max Grinberg
Núcleo de Bioética do Instituto do Coração do HCFMUSP
Autor do blog Bioamigo

Deixe seu comentário

Deixe seu comentário

Seu endereço de email não será publicado.
* Campos obrigatórios.

Esse site é melhor visualizado no modo Portrait.

Esse site é melhor visualizado no modo Landscape.